Como fazer o autoexame de mama?

Como fazer o autoexame de mama?

No Outubro Rosa, muito se fala sobre a importância do autoexame de mama, mas nem sempre é fácil encontrar a explicação de como fazer isso. Se você está em dúvida, continue lendo e descubra todas as informações que você precisa ter sobre essa forma de prevenção contra o câncer de mama.

Para começar: o autoexame é recomendado a partir dos 30 anos e deve ser feito todos os meses, preferencialmente de 4 a 6 dias após o fim do fluxo menstrual. Quem não menstrua deve definir uma data fixa para o exame, também mensalmente.

Tendo isso em mente, é só seguir esses passos:

1 – Faça a observação

Em frente ao espelho, você deve fazer uma observação geral das mamas. Sem nenhuma roupa, veja primeiramente com os braços caídos. Depois, observe como elas ficam com os braços levantados. Por fim, coloque as mãos na cintura e pressione um pouco a bacia. Durante toda essa etapa, verifique o tamanho, forma e coloração dos seios, checando para ver se não há saliências, rugosidades ou outras alterações.

Vale lembrar que é normal que as mamas não sejam idênticas, mas diferenças muito grandes entre as duas devem ser consideradas também.

2 – Escolha a posição

Para funcionar, o exame deve ser feito em uma dessas posições: de pé no banho ou deitada.

3 - Faça a apalpação

Se estiver no banho, deixe o corpo molhado e as mãos ensaboadas. Se estiver deitada, pode colocar uma almofada ou toalha embaixo do ombro esquerdo, para começar, e posteriormente do direito. Ambas as preparações servem para te dar maior conforto.

Agora, levante a mão esquerda e a posicione atrás da nuca. Com a mão direita, comece a apalpar o seio esquerdo e a axila esquerda. Não deixe de fazer os seguintes movimentos:

· Circular, contemplando toda a região da mama;

· De fora para dentro, também em toda a mama, parando no mamilo;

· De cima para baixo e de baixo para cima;

· Compressão delicada do mamilo.

Em seguida, troque as mãos de lugar e faça o mesmo com o lado direito. Todos os movimentos devem ser aplicados com atenção para nódulos de qualquer tipo, que podem ou não ser dolorosos. No caso do mamilo, você deve notar se há a secreção de algum líquido (exceto leite para quem está em período de amamentação, é claro).

Se perceber alguma coisa fora do normal, comunique ao seu médico o mais rápido possível para que vocês consigam investigar o que está acontecendo.

Receba as melhores ofertas no seu e-mail